domingo, 20 de agosto de 2017

Nossos agradecimentos ao Chantily. ao Smurf e ao Miguel!


Angelina, a dominadora

A Angelina e eu, brincando lá na Pet Shop Porto das Estrelas.
Porque a vida, gente, não pode ser feita só de tristezas!

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Muito triste

A gente sabe que a vida começa e que a vida também termina. Nossos amigos vivem menos do que nós, mas não creio que estejamos preparados para perdê-los. Nunca.
O dia do exame chegou.
Alex tomou um banho como sempre caprichado na pet. Cheiroso, de gravata, escovado. Estava lindo! A hora marcada se aproximava.
Foi um dia bem difícil. 
O exame foi demorado. Cuidadoso. E o resultado, que eu já havia lido nos olhos do veterinário que o realizou, não foi nada bom. O ecocardiograma revelou aquilo de que já se desconfiava, só que ainda pior. 
Alex agora é frágil como um cristal.
Isso não significa que ele vá morrer hoje ou amanhã. Isso significa que ele precisa viver dentro de muitos limites. Não pode mais comer sal nem aquelas guloseimas todas das quais tanto gosta. Deve se conformar, aos poucos, só com ração. Também não pode mais ficar muito alegre, nem correr, nem brincar de maneira agitada, nem subir escadas... 
O coraçãozinho dele está muito afetado. Um lado está profundamente comprometido. Os pulmões também estão mal. A única coisa que se pode fazer agora é tratar. Evitar que a pressão suba. Ele está tomando um remédio para isso e também um diurético, além do Gardenal que já toma duas vezes ao dia. Não é fácil encarar seus grandes olhos, olhos que enxergam pouco mas que vêem muito, sem sentir uma vontade imensa de chorar.
Ele dorme mais agora, dorme quase que o dia todo, mas sempre perto de mim, certamente para me cuidar. 
Felizmente ele não tosse há dois dias, e isso é sinal de que está reagindo ao tratamento.
Suas chances dependem de ele não piorar, de manter-se assim como está pelo maior tempo possível.
Meu amor, meu guardião, meu companheiro. Fica comigo, Alex.

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

O tempo passa



Alex vai fazer 13 anos no próximo dia 26 de setembro, e o tempo já pesa sobre ele. Está quase cego, meio surdo. Recentemente descobrimos que seu coração não anda bem. Agora apareceu uma tosse que, em certas noites, não o deixa dormir. Pode ser consequência da cardiopatia. Não sei ao certo.
Hoje ele vai fazer exames. 
É muito doloroso perceber que o tempo passou e fez alguns estragos. 
Em mim surge o medo. O terrível medo de perder Alex, que eu amo tanto.

domingo, 13 de agosto de 2017

Ciúme?


terça-feira, 8 de agosto de 2017

Angel


Vida de Cachorro



domingo, 6 de agosto de 2017

Ração?


quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Por isso não provoque!


Que ela usa rosa choque!
E Viva a Rita Lee!