quarta-feira, 31 de março de 2010

Passaporte para cães e gatos. Muito chique!

Cães e gatos precisarão de passaporte para viajar para o exterior e até de um Estado para outro. Decreto editado ontem pelo governo estabelece sua criação para gradativa substituição do atual certificado sanitário animal.O passaporte será expedido pelo Ministério da Agricultura e conterá mais informações do que o certificado. Será obrigatório informar nome, espécie, raça, cor, data estimada de nascimento, nome e endereço do dono, dados de vacinação, atestado médico com assinatura do veterinário responsável e até data de aplicação e localização de eventual microchip. A pasta não tem prazo para regulamentar o passaporte, mas já há um grupo de trabalho atuando em sua criação. Hoje, os donos devem se adaptar às regras de entrada de cada país. Com o passaporte, quase todas as exigências estarão contempladas -haverá uma parte para uma espécie de "visto", um registro da regularidade. O documento, que poderá ter foto, valerá para toda a vida do animal.

Newsletter Magister, ed. de 31.03.2010
Fonte: Folha OnLine

Álbum do Alex

A Mana tanto fez que acertou. Agora o meu Blog tem um álbum, viram? A gente vai colocar lá nossos amiguinhos e amiguinhas, tudo com calma, porque a coitada da Mana tá trabalhando demais e não tem tido tempo de brincar.

domingo, 28 de março de 2010

Teddy

Foto do Teddy, o poodle da Criss, para vocês matarem a saudade. Ele não superou ainda completamente o quadro de convulsões, mas a gente torce muito, muito, muito, muuuuito por ele!

Maior viagem..

A Mana me apronta cada uma!

sexta-feira, 26 de março de 2010

Théo & Família



Gente, recebemos hoje notícias do Théo. Vocês lembram dele? Pois está bem, embora continue lutando com as crises convulsivas que às vezes acontecem. A foto é recente, e mostra o Théo prontinho para o passeio. Todavia, mais bonito ainda foi rebeber a foto onde aparecem os pais do Théo, que são a Gislaine e o Felipe. Quando perguntei a eles se poderia postar a foto, olha que resposta bonita: Pode postar sim! E aproveite para dizer que nós apoiamos a adoção de bichinhos de rua, da forma que adotamos o nosso loirão!!!

Pois está aí o loirão, juntamente com sua linda família!

Obrigada, Gislaine e Felipe!

Beijos no Théo, o loirão!


quinta-feira, 25 de março de 2010

Magale, querida!

Nossa querida amiguinha Magale, a mamãe do Wilbort, está dodói, com dengue.
Nós esperamos que ela fique boa logo, logo, porque, afinal, ninguém merece!
Vamos todos torcer por ela, e mandar um grande abraço, bem forte e bem carinhoso.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Yes! Analytics não mente!



Nos último doze meses, este Blog já teve 11.098 visitas vindas de 35 países e 361 cidades. Bem, para um empreendimento caseiro, grátis e feito apenas nas horas vagas, pode-se dizer, afinal, que eu tenho, sim, amigos no mundo inteiro!
Yes!
I'm Alex, the dog.
E a Mana, hem? Minha promoter fez bem a parte dela.

domingo, 21 de março de 2010

Extra! Extra! No ar o Blog do Wilbort

Pessoal!
Acaba de entrar no ar o WILBORT AMIGO POR TODA MINHA VIDA, feito pela Magale, com o maior carinho. Estamos emocionados e muito orgulhosos por termos inspirado esta criação nascida do amor, da amizade e da cumplicidade que acontece entre os cachorreiros do mundo todo.
Valeu, Magale!
Valeu Wilbort!
Saúde, Força e muita Paz.
Aí vai o endereço para vocês todos conferirem a beleza que ficou:

http://wilbortlhasaamado.blogspot.com/

Ah!
Pronto! O endereço já está também na minha LISTA DE BLOGS ali embaixo à esquerda.

sábado, 20 de março de 2010

Hellen, Duda e a epilepsia canina. Esperança!


Pessoal, está aí embaixo uma postagem bastante extensa, mas acho que vale a pena conhecer esta história, especialmente se a gente lembrar de quantos amiguinhos temos aqui que sofrem ou já sofreram de convulsões, fora os que têm epilepsia congênita, como é bem o caso do próprio Alex, que vai tomar Gardenal para sempre. Os protagonistas deste verdadeiro drama estão ai: a Hellen, essa moça linda e corajosa, e a Duda, a muito amada Duda, que nos ensina a nunca perder a ESPERANÇA.
Obrigada, Hellen, por permitires a reprodução de teu e-mail e das fotos. Há mais fotos, que vou mostrar aos poucos, certo?
Bem, segue a história em detalhes.

Duda: uma história com final feliz.

Eu costumo responder a todos os e-mails que me chegam a partir do Blog do Alex. Não raro, quando o assunto é epilepsia, a conversa prossegue, com troca de mensagens assiduamente e também de fotos, como dá para ver bem aqui. Infelizmente, um e-mail muito importante caiu na pasta de spans do meu gmail e, por uma questão de segundos, não foi deletado. Gente, percebi na hora que a pessoa que havia escrito aquilo, a Hellen, devia estar profundamente decepcionada por não receber uma resposta, passados já sete dias da mensagem original.
Pois bem, era sobre a Duda, uma São Bernardo de sete anos que havia tido convulsões. Pior: foi tratada, como disse a Hellen: “Passou um dia internada tomando valium (diazepam) na veia e desde então, começou a tomar gardenal e brometo de potássio duas vezes ao dia.” Bem, daí, veio a pior parte do e-mail:
“Mas estou inconsolada porque desde ontem, quando voltou p/ casa, a minha Duda não me reconhece... anda sem parar, faz suas necessidades fisiológicas em qualquer parte, está com o olhar perdido e não atende a nenhum comando. Tenho medo de que ela tenha sofrido complicações neurológicas... Mas a veterinária falou q ainda não se pode avaliar. Vc pode por favor, me dizer se com o Alex foi assim? Hoje ele tem uma vida normal dentro do quadro que se apresenta? Me desculpe a liberdade de escrever... mas gostaria muito de ter informações de quem passa pelo mesmo problema. Agradeço imensamente se puder me responder. Um grande abraço p/ vc e um carinho p/ o Alex. Hellen”.
Quando terminei de ler estava arrasada, pois, ainda que involuntariamente, eu deixara sem resposta um apelo como este, cheio de angústia. Respondi na hora, dizendo, entre meu pedido de desculpas e outras coisas, que não sabia de nenhum caso assim, de verdadeira psicose canina, mas que procuraria me informar. Forneci meu e-mail profissional, pedindo que fosse copiado, para evitar outro desencontro. Pedi que me contasse como as coisas estavam. Bem, já no dia seguinte, fiquei imensamente feliz com a resposta. A Hellen me autorizou a reproduzir e vou deixar vocês mesmos lerem o que ela me escreveu:

Olá Maristela...

Que bom receber seu e-mail... obrigada por me responder. Felizmente estou podendo lhe escrever novamente com ótimas notícias!!!

A Duda voltou à sua vida normal, graças a Deus! Ela ficou bem desnorteada e perdida desde o dia 10 de março, quando ficou internada, teve alta e voltou p/ casa. Eu não tinha comentado no e-mail anterior, mas ela já teve a mais ou menos um ano e meio atrás algumas crises e tinha começado a fazer uso do gardenal. Como ela tinha feito o tratamento direitinho, a veterinária foi diminuindo a dose até ela passar a tomar a dose reduzida um dia sim e outro não; e finalmente, suspendeu o remédio. A Duda ficou sem tomar o gardenal por mais de 3 meses... e aí teve 9 crises seguidas (em um único dia) na semana passada.

Mas fiquei desesperada pq da outra vez tinha sido bem mais leve e ela não tinha perdido a noção do seu espaço, dos comandos que ela sempre obedeceu e principalmente, não suportei ela não me reconhecer... além de fazer suas necessidades fisiológicas onde ela sabia q não podia fazer, além de andar incansavelmente horas seguidas sem nem conseguir dormir a noite... e depois perder as forças e nem sequer conseguir levantar. Achei que ia perder minha Duda...

Mas felizmente, nesta minha busca por tentar entender todo o processo da doença... conheci um farmaceutico de uma farmacia veterinária aqui de Curitiba na ocasião que estive no local p/ mandar manipular um remédio p/ a Duda ( o brometo de potássio) q eu deveria associar ao gardenal.

Cheguei muito triste na farmácia... e o Daniel (q é o nome do farmaceutico) logo começou a puxar conversa comigo. Expliquei o q tinha acontecido com a minha Duda e ele me falou sobre um remédio natural q eu poderia tentar dar a ela.

Trata-se do cloreto de magnésio PA (p/ analise) que se encontra em farmácia em pacotinhos de 30gr. Ele me falou q se eu quisesse tentar, deveria diluir o conteudo desse pacote em 1 litro de agua e dar p/ Duda a quantidade equivalente a um pouco menos de um copinho de café durante 3 vezes ao dia.

Me falou q a princípio ela poderia ter um pouco de diarréia, mas q não era p/ eu desistir e nem diminuir a dose.
Me falou ainda que se eu quisesse pesquisar sobre isso, q havia muito material disponível na internet. Questionei se isso não traria algum risco p/ a Duda e ele q falou q não, por tratar-se inclusive de um suplemento mineral p/ o organismo. Comentou que qualquer um poderia tomar...

Ele terminou me dizendo q o resultado que eu ia ver nos dias seguintes seria surpreendente.

Saí da farmácia e no caminho p/ a minha casa pensei muito sobre o assunto... confesso q fiquei meio receosa... mas mediante a situação em q a Duda se encontrava (já nem conseguia mais levantar pq não apoiava mais as patinhas de trás no chão e não tinha força alguma) resolvi arriscar e tentar fazer alguma coisa ao invés de simplesmente cruzar os braços e aceitar a situação de sofrimento que se apresentava.

Parei numa farmácia e comprei um pacotinho e a maior seringa de injeção q encontrei. Cheguei em casa e fiz a tal mistura como ele tinha me explicado... Então ainda bem isegura, resolvi pesquisar na internet p/ ver o q eu encontrava sobre o assunto.

Fiquei realmente impressionada com as informações q li... e cheguei a achar até um pouco de sensacionalismo pq o tal "remédio" parece curar tudo.

Experimentei a tal mistura e realmente o gosto é horrível, extremamente amargo. Tive dúvidas de q iria conseguir fazer a Duda tomar aquilo.

Mas persisti na minha vontade de tentar fazer algo e mesmo com dó no coração fiz ela tomar na seringa "garganta abaixo" uma dose de manhã, outra a tarde e a última a noite.

E olha... como o próprio Daniel falou, o resultado que comecei a ver já no segundo dia foi surpreendente!!!

No segundo dia a Duda recuperou o movimento e a força nas patas e articulações e começou a se alimentar... no terceiro dia ela estava correndo e começou a me reconhecer... no quarto dia ela parou de fazer as necessidades onde não podia... e finalmente, anteontem, ela voltou ao normal!!!!! Obedece a todos os comandos. Está alegre e feliz como sempre foi. Nos reconhece a todos e voltou a ter a sua vida de antes. Estou muito feliz... ontem ela até foi passear no parque...rsss... mesmo não sendo final de semana.

Ela estava tomando uma dose de gardenal de 100mg a cada 12 horas mais 2 comprimidos de broeto de potassio 1 vez ao dia. A 4 dias ela passou a tomar apenas 1 comprimido de gardenal antes de dormir.

Então Maristela, na verdade não tenho comprovações científicas de q a minha Duda se curou por causa do líquido amargo que dei a ela 3 vezes ao dia durante os últimos dias... mas posso te dizer q a veterinária realmente ficou espantada com a melhora extremamente significativa q ela teve em tão pouco tempo, sem sequela alguma, mesmo depois de 9 crises seguidas. Posso te dizer q mal, o tal "remédio" não fez! Também a Duda nem sequer teve diarreia... e felizmente, ela está de volta INTEIRA p/ nossas vidas aqui em casa.

Fiz questão de relatar em detalhes o que milagrosamente vi acontecer nos ultimos dias até p/ que se vc quiser, relatar no blog do Alex, talvez possa ajudar que outras pessoas que passam por uma situação como essa com os seus animaizinhos de estimação, possam também fazer essa tentativa se acharem q vale.

Estou te encaminhando em anexo, algumas fotos minhas com a Duda p/ vc nos conhecer!!

Fico imensamente feliz em saber q existem ainda, nos dias de hj, pessoas especiais como vc q se preocupam com o sentimento alheio e que investe parte do seu tempo dando atenção e levando conforto aos que buscam uma palavra de consolo.

De coração, muito obrigada por ter me respondido.

Me escreva quando quiser. Gostaria imensamente de continuar mantendo contato com vc.


Um grande abraço p/ vc e um carinho p/ o Alex.

Hellen e Duda.


Bem, eu não podia fazer outra coisa que não fosse mostrar isso. Além de me alegrar imensamente com a melhora da Duda, sinto que, apesar de não se ter uma comprovação rigorosa de que o cloreto de magnésio PA tenha feito este verdadeiro milagre, milagre maior acho que é o da ESPERANÇA que este caso nos ensina, e a vontade firme de não desistir, de não cruzar os braços, de ficar do lado de nossos melhores amigos.
Hoje obtive uma informação importante. Conversando com a Cris, dona da pet que cuida do Alex, contei a ela o caso da Duda. Foi quando me disse que diazepan não é uma boa opção, pois não é raro que hajam transtornos de personalidade em cães tratados com esta substância.
Vejam que bonita a DUDA! E conheçam também a Hellen, esta linda moça que nos dá aqui uma lição de coragem e determinação.
De todo coração, muito obrigada por nos deixar contar esta linda história.

sexta-feira, 19 de março de 2010

Wilbort no inverno... Demais

Pessoal, é demais...
Acabo de receber esta foto do Wilbort, mostrando como ele dorme no inverno. Ele usa meinhas!
Ai! Que coisa mais amada! Olhem se não dá vontade de apertar e morder. Espero que em breve a Magale também crie um blog para ele. Tenho certeza de que vai sair. E vai ficar nos nossos favoritos, assim como o do Beethoven.

quinta-feira, 18 de março de 2010

Wilbort e Magale, uma história



Há alguns dias recebi um e-mail que me deixou profundamente emocionada. Era de uma jovem chamada Magale, mãe de um lhasa apso chamado Wilbort. Vocês podem imaginar um lhasa chamado Wilbort? É um charme incrível ter um nome desses. Pois é, mas este lhasa, em especial, está passando por uma fase difícil. Ele teve e continuou tendo convulsões que se mostraram difíceis de controlar, pois não se sabe ainda o que causou o quadro. É óbvio que isso deixou a Magale muito triste e ela acabou, como todo mundo, recorrendo ao Google para saber alguma coisa a mais. Daí achou o Blog do Alex e me escreveu.
Bom, desde então, estamos trocando mensagens e fotos. Acho que a Magale sabe que, embora eu não possa fazer nada pelo seu querido Wilbort, ao menos ela pode contar comigo para compartilhar esta angústia e essa vontade de ver o companheiro e amigo bem de saúde. Fora isso, eu tenho a mais absoluta certeza de que todos os que acessam este Blog também vão torcer pelo Wilbort.
Pessoal, ele tem 9 aninhos. Portanto, já um respeitável senhor, digamos assim, de meia idade... O Wilbort também é gordinho, ou melhor, é muito gordinho, pois pesa 14 quilos. Para vocês terem uma idéia, o Alex não chega a 7, logo, acho que Wilbort faz dois Alex de tão fofo. Como vocês podem ver nas fotos, ele é lindo, muito lindo e a Mamãe dele, então, nem se fala! A Magale é uma simpatia!
Espero que a gente continue mantendo contato.
Vocês viram que fotos lindas? Tem mais. É, o Wilbort até pode ser um cachorrinho, mas mamãe dele é uma gata, não é?
Beijos, Magale, querida, e muuuuuuuuuuuuuuuuito obrigada por nos deixar gostar do Wilbort também. A gente quer demais que tudo dê certo para fazer.
Saúde & Força!
Mana e Alex

Wilbort e a mamãe Magale


Dá pra notar que o Wilbort é muito amado. Ele é um cachorrinho, assim como eu. Mas a Magale, mamãe dele, é uma gata, não é pessoal?

Wilbort também adora brincar

Hello fãs! I'm Wilbort

Vocês viram que ele também usa óculos? Gente fina, o Wilbort. Chic, quem nem eu!

Muito prazer, Wilbort!


Olhem só a simpatia e o sorrido dele!

quarta-feira, 17 de março de 2010

Wilbort vem aí

Novidades a caminho!
Pessoal, a Mana anda trabalhando demais ultimamente e mal tempo pra me apertar e morder, como faz sempre. Mas mandou eu escrever aqui que, em breve, vamos apresentar para vocës um novo amiguinho com uma história e tanto.
O nome dele é Wilbort e, como eu, é uma lhasa apso muito, muito, muito amado.
A mamãe dele se chama Magale, e é uma moça linda, simpática e que já gosta de mim, pois colocou o meu Blog entre os favoritos dela.
Me aguadem, hem!
Vai ter fotos maravilhosas, gente!
Me aguardem!

quarta-feira, 10 de março de 2010

Meus Brinquedos


Alguns de meus brinquedos. Tenho muitos, porque adoro arrastar essas coisas pela casa toda!

sábado, 6 de março de 2010

Penteado lhasa apso



Hoje usei este lindo laço no meu penteado. Coisa lá da minha pet, a Lavanderia do Bicho. Tão comentando, é? Ah! Podem falar que eu não ligo. Sou dengoso mesmo. Mimado e muuuuuuito amado pela Mana, pela mamãe e por todos os meus amigos!

Eu, comportado, no Shopping Total


Maior movimento hoje, no dia da Loucura Total. Muita gente, alegria, festa, música, balões e ofertas. Uma senhora até perguntou para a Mana se eu estava em oferta na liquidação... Pode?

Passeando no shopping com a Mana



Plenamente recuperado, aproveitei o sábado para passear com a Mana no Shopping Total, depois do banho lá na Lavanderia do Bicho. Cheiroso e com uma linda fita no cabelo, fiz o maior sucesso hoje, revendo velhos amigos e fazendo novos.

Nanuka, uma maritaca salva no interior de SP


Graças ao Xuxu, simpático amigo lá de Pedra Bela, SP, este filhotinho de maritaca, batizado com o nome de Nanuka, foi salvo, alimentado e já está quase pronto a voltar à natureza.
A propósito, o Xuxu vive na mesma cidade que atualmente abriga meu amigo Gordo, o famoso paulista que aparece em várias postagens deste Blog.

Tchê Cusco e Don Piá


Pessoal! Olhem o maravilhoso e-mail que eu recebi desses dois nobres e fofos poodles daqui de Porto Alegre.
Vale a pena ler!

Alô, Alex
Que houve, companheiro? Recuperação? De quê?
Nunca nos encontramos cachorramente (não poderia ser pessoalmente, né?) Mas conhecemos a Mana e ela nos deu uma foto tua. Apesar de não seres da nobre raça Poodle, até que és bem fotogênico. E a Mana, como disse o nosso tutor, é um oceano de simpatia. Tutor? É, ele diz que poderia ter filho cachorro, mas cachorro filho, não. Também achamos justo. Afinal, nós temos pedigree e ele não. Hehehe! Brincadeira! Não somos esnobes nem preconceituosos. Aliás, como todos os cachorros, gatos, gafanhotos, amebas, etc. Mas isto é outro papo.
Estou aqui escrevendo e ainda não me apresentei. Sou o Tchê Cusco, pai do Don Piá, que é um cachorrocente - cão adolescente - que com oito meses me transformou em avô. Vê se pode! Mas é um bom filho, brinca muito comigo e me respeita... Mais ou menos... Frequentamos as praças da Matriz, a Raul Pila e a do Portão. Estas duas últimas, muito perto do escritório da Mana. Será que vamos nos encontrar por aqui?
Conhecemos o teu blog. Pô! Coisa de artista. Duvido que a Madona tenha algo tão profissional.
Temos uma tchurma na Praça da Matriz. Um monte de cuscos, de tudo que é raça, que ajuda o pessoal a se conhecer e formar amizades. Conseguimos até que eles criassem um blog. É o http://aumigosdapraca.blogspot.com. Ali vais nos ver e aos nossos aumigos.
Cãopanheiro. Vê se te apruma.
Uma cheirada – respeitosa- e alguns latidos de “Vamos lá! Vamos nos conhecer!”

Tchê Cusco e Don Piá

terça-feira, 2 de março de 2010

Obrigado,gente!


A todos os que nos mandaram mensagens de apoio, nosso muito obridado de coração. Estou me recuperando muito bem, sim. Foi um susto apenas. Conjuntivite e uma irritação na pele. O tratamento foi chato, puxado, muitos remédios em horários diferentes. A Mana e a Mamãe, entretanto, cuidaram bem de mim. Pudera! Eu sou o grande amor das duas! Aliás, hoje eu até ganhei sorvete... Um pouquinho, mas ganhei! Eu a-do-ro sorvete!