domingo, 18 de fevereiro de 2018

Alex, 26/09/2004 a 12/02/2018

Não há muito o que explicar. Perdi Alex na madrugada do dia 12. Ao chegar em casa, nem duas horas depois de perdê-lo, apesar do atendimento de emergência, fiz uma postagem aqui. Mas hoje, sem querer, acabei excluindo o que havia escrito.
Agora refaço este encerramento.
Durante quase dez anos vim até aqui e compartilhei com conhecidos e desconhecidos a alegria infinita que é amar um pet. Neste blog, falei de felicidade, de alegrias, como falei de dores, de angústias e de medos. Encontrei pessoas especiais e fiz amigos especiais. Agora não há mais o que escrever ou postar aqui. Às vésperas de completar uma semana do óbito, minha tristeza só faz aumentar. Alex, minha saudade.

domingo, 11 de fevereiro de 2018

Fuxicos para alegrar a vida!


Eu tenho muitas bandanas. Todas são muito coloridas e feitas de panos diferentes. São lindas. Bem guardadas faz tempo. 

A Mana, pra variar, fica tendo ideias. Daí que começou a fazer fuxicos com pedaços das minhas bandanas, que são muitas. 

E teve a ideia de reformar a minha velha guia que estava gasta, mas que eu gosto assim mesmo.Ontem então ela enfeitou com fuxicos e pérolas. Eu acho que ficou bonito. 

Cá entre nós, pessoal... Meio mal feito, que a Mana não caprichou, porque, diz ela, que furou os dedos. Tudo conversa! Mesmo assim eu sei que a Mana me ama muito. Ela doidinha por mim. Ainda eu estando assim doentinho e desanimado nos últimos tempos. To velhinho, afinal, e tem horas que fico resmungando e sem vontade de nada. Só de dormir. 

Daí ela faz de tudo para me alegrar. Só que nem sempre dá certo. Espero melhorar quando esse calorão passar e o meu apetite voltar. Coisas da vida. 

De bom que a gente sempre pode enfeitar alguma coisa que está meio estragada só para deixar mais bonita. Nem que seja apenas para a gente ficar um pouco mais alegre... mesmo quando se está muito triste. 






sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Coisa de gato


segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

domingo, 4 de fevereiro de 2018

Amanhã é segunda, certo?


sábado, 3 de fevereiro de 2018

Madonna, a original!


sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Hora de dormir!


terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Ai! Que preguiiiiiiiiçaaaaa....


domingo, 28 de janeiro de 2018

Biscoitos geriátricos... Como assim, Mana?!



O Tinho, companheiro da Anastácia.


quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Ração?!


terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Pura fofura!


segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Pois é. Verdade...


domingo, 21 de janeiro de 2018

Bom dia!


sábado, 20 de janeiro de 2018

Gente, a Madonna!


quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Que preguiça!


quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

To nem aí!

Com muito amor, muito carinho, muitos cuidados da parte de todos aqueles que eu amo tanto, e que me amam também outro tanto grande assim, eu vou vivendo e até melhorando. 
Ando mais disposto, um pouco menos inchado, e vivendo um dia de cada vez. 
O mais importante é não descuidar da medicação. Depois, não fazer esforço. Também evitar stress e qualquer excesso. 
Eu não fico pulando nem correndo. Ando devagar, vivendo em câmara lenta, mas aproveitando a vida da mesma forma.
Durmo muito. Tudo o que posso, e o maior tempo possível. E como só quando sinto fome. Sem exageros.
Já fui mais guloso, mas atualmente comida não me atrai muito. 
Importante é continuar neste mundo, mesmo doentinho. Por isso eu digo e repito: Não to nem aí!
Afinal, gente, eu preciso cuidar da minha Mana e estar presente na vida de todos os meus amigos queridos!

Amo vocês!

domingo, 14 de janeiro de 2018

Bom domingo a todos!


quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Metido? Eu?


Tem dessas...


segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Faz parte...


quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Absolutamente...


quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Banhinho tomado!


Eu quero! É meu!


domingo, 31 de dezembro de 2017

Feliz 2018!

Resistindo. Simples assim! Quem é amado e tratado com todo carinho acaba ficando neste mundo, mesmo quando as coisas não são assim tão favoráveis.
É o meu caso.
Mesmo doentinho, eu insisto em viver. Passo a maior parte do tempo deitado, durmo bastante, como o que tenho vontade de comer e tomo todos os remédios nas horas certas.
Um dia depois do outro, eu vou levando a minha vidinha, que conta mais de treze longos e bem vividos anos nesta terra de céu azul.
E agora, venho chegando em 2018, sem nenhuma vontade de partir, porque tenho quem me cuide, quem me ame muito e quem se preocupe com o meu bem-estar. 
Espero que todos os meus amigos, estes que tenho comigo e vocês que vêm até aqui me ver, que todos encontrem um 2018 com muita Saúde, muita Sorte e muito Sucesso! Que coisas boas demais aconteçam e, como diz a minha Mana, Serendipite!